quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Benjamim se diz desanimado com proposta da reforma da Previdência e aposta em negociação

Deputado diz que proposta precisa ser analisada a fundo e espera ainda que sejam modificados alguns pontos mais incômodos da proposta inicial, como idade mínima de 65 anos



                                                    


O deputado federal Benjamin Maranhão (SD) não ficou contente com a proposta de Reforma da Previdência elaborada pelo Governo Federal. Em entrevista ao ClickPB, o deputado afirmou que recebeu o texto da proposta nesta quarta-feira (7) e que em uma leitura rápida, constatou que é uma matéria “muito polêmica”.
“Não estou nada animado com essa proposta”, admite Benjamin, que ressalta que ela precisa ser analisada a fundo. O deputado espera ainda que sejam modificados alguns pontos mais incômodos da proposta inicial.
Apesar da dureza do projeto, Benjamin acredita que há espaço para negociação. A modificação no projeto dependerá do empenho de negociação dos parlamentares, de acordo com o que acredita Benjamin Maranhão. “Há margem de negociação para atender à questão social”, ressalta o deputado.
Ele adianta que considera “que uma idade mínima de 65 anos é muito tempo”. O deputado também destacou outros problemas como o benefício de prestação continuada, que deve ser elevado dos 65 para os 70 anos, de acordo com a matéria.
A Reforma da Previdência deverá ser discutida no próximo semestre pelo Congresso Nacional. O texto foi elaborado pelo Executivo e chegou nesta terça-feira (6) ao Congresso Nacional. A proposta estabelece a idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem e tempo mínimo de contribuição de 25 anos. Essa regra valerá para homens com idade inferior a 50 anos e mulheres com menos de 45 anos.
Fonte: https://www.clickpb.com.br

Nenhum comentário: