sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Veja o valor da 2ª cota do FPM em algumas prefeituras da região




                                       

Entrou nas contas das prefeituras nesta sexta-feira(18) a 2ª parcela do Fundo de Participação dos Municípios, como o dia 20 é no domingo o valor é antecipado para esta sexta. 

veja valores em alguns municípios:


Duas Estradas: 44.736,30

Serra da Raíz: 55.221,55

Belém: 89.472,58

Caiçara: 44.736,30

Logradouro: 44.736,30

Pedro Régis: 43.338,29

Lagoa de Dentro: 44.736,30

Jacaraú: 74.560,49

Curral de Cima: 55.221,36

Sertãozinho: 44.736,30

Pirpirituba: 59.648,40

Tacima: 58.648,40

Riachão: 44.736,30

Araruna: 66.116,29

Bananeiras: 89.472,58

Confira o valor que seu município recebeu acessando o link abaixo:



Fonte: http://serradaraizemfoco.blogspot.com.br/

Acidente com motos deixa vítima fatal em Araruna na noite desta quinta-feira, 17/11




                                             

Abalroamento entre duas motos, na noite desta quinta-feira, 17 de novembro, em Araruna, municipio paraibano distante 165 km dea capital João Pessoa, deixa vítima fatal e outros com ferimentos.

O fato ocorreu por volta das 22:00 horas, no cruzamento entre a rua Dr. Castro Pinto e inicio da Av. Epitacio Pessoa, onde as motocicletas se chogaram e os pilotos e passageiro cairam, sendo  que o jovem J.N.D.O de 16 anos veio a óbito na hora, o outro quebrou o fémur e o terceiro apenas escoriações.

O SAMU compareceu ao local do acidente tomando as medidas necessarias, a vítima fatal foi encaminhada para o hospital da cidade, ficando na pedra, os demais receberam atendimentos. O Policia Militar compareceu ao local e tomou as devidas providencias.

O jovem J.N.D.O. é filho do Sr. José Luis Dantas da silva e Creusa da Silva Oliveira Dantas residentes em Araruna.

Fonte: http://www.araruna1.com/

O dep. Benjamin Maranhão é uma figura apagada e sem nenhuma legitimidade, diz Hervásio




                                       

Líder da bancada do governo na Assembleia Legislativa, o deputado Hervázio Bezerra criticou a atuação do coordenador da bancada federal da Paraíba, o deputado Benjamin Maranhão (SDD) que ficou desapontado por não participar audiência do governador Ricardo Coutinho (PSB) com o presidente Michel Temer (PMDB). Segundo Bezerra, a crítica de Benjamin foi hilária e sem nenhuma legitimidade
“Não ouvi uma fala de Pedro Cunha Lima (PSDB) ou de Benjamin Maranhão que muitas vezes a gente nem sabe que Benjamin é deputado federal”, cutucou Hervázio definiu a atuação do sobrinho do senador José Maranhão como ‘apagada’
“Uma atuação tão apagada que a gente nem imagina que é ! Quando vai fazer a conta a fica difícil de colocar o nome, sempre esquecemos um e é sempreBenjamin!”, disparou, acrescentando que as criticas de Benjinha “São hilárias. Quando o governador estava pleiteando esse encontro, ninguém ajudou e agora querem aparecer.Mas eles podem ficar tranquilos porque Ricardo não foi lá para pedir nenhum cargo, foi pedir para a Paraíba”, disparou.
Sem medo de cometer injustiças, Hervázio reconheceu o esforço de um representante da bancada federal: “Vamos tirar a mascara da hipocrisia, e o único da bancada que se inteirou e se esforçou para corrigir uma injustiça com o governador foi indubitavelmente o senador Raimundo Lira (PMDB)”, enfatizou.

Fonte: pbagora
via: http://www.polemicaparaiba.com.br/

Parabéns pra Ricardo Coutinho, nesta data querida...




                                          


Hoje é o aniversário do governador Ricardo Coutinho e o blog mostra um pouco da vida desse cabra da peste, vencedor, decidido e competente.
Nascido no Bairro de Jaguaribe aos 18 de novembro de 1960 (56 anos), filho de pai agricultor e mãe costureira, Ricardo Coutinho estudou em escola pública, fez o segundo grau no Curso Águia e se formou em farmácia pela UFPB. Tinha tudo para ser uma pessoa comum, sem muitas pretensões de vitória na vida. Mas transformou-se no maior fenômeno eleitoral da Paraíba, derrotando caciques e protagonizando uma carreira meteórica e vitoriosa incomum no país: De 1993 a 2014 foi vereador, deputado estadual, prefeito e governador, sem nunca conhecer uma derrota.
Foi vereador de João Pessoa (1993-1999), deputado estadual (1999-2004) e prefeito da capital paraibana por duas vezes, sendo eleito pela 1ª vez em 2004 e reeleito em 2008. Renunciou à prefeitura de João Pessoa em 31 de março de 2010, durante o período de seu segundo mandato, para disputar o governo do estado da Paraíba, sendo eleito em segundo turno para o cargo de governador com 1.079.164 votos (53,70% dos votos válidos). Em 2014, é reeleito governador da Paraíbacom a votação de 1.125.956 votos (52,61% dos votos válidos).
É filho de Coriolano Coutinho e Natércia Vieira, pai agricultor e mãe costureira, e tem dois filhos: Ricardo Filho "Rico" e Henri Coutinho.
Fez o “primário”, como se chamava naquela época, no Instituto La Salle e o “ginásio” foi cursado no Colégio 7 de Setembro, ambos no bairro de Jaguaribe. Parte de seu Segundo Grau foi feito na Escola Estadual Bairro dos Estados e o “3º ano científico” no Colégio Águia. Em 1977, passou no vestibular da UFPB, para o curso de Farmácia. Em 1978, ingressa no curso de Farmácia, período final da ditadura militar em que reaparecem os movimentos estudantis e que ocasiona o seu interesse por política.
Ajudou na reabertura Centro Acadêmico de Farmácia da UFPB em 1980, tornando-se, posteriormente, presidente do mesmo. Quando já formado em Farmácia, conquistou, via concurso público, uma vaga de farmacêutico no Hospital Universitário da capital paraibana. Neste período passou a ter contato com a Associação dos Funcionários da Universidade Federal da Paraíba, que foi o embrião do Sintes-PB.
Em 1984, aos 24 anos, o Ministério da Educação estava oferecendo um curso de especialização para farmacêuticos de Hospitais Universitários de todo país, existindo apenas 25 vagas, a UFPB o escolheu. No mesmo ano começa a especialização no Rio de Janeiro.
No Rio de Janeiro, aproveitou o fato de Leonel Brizola ter mandado liberar as catracas dos ônibus para que todos pudessem participar de um comício das Diretas Já, na Candelária, e foi junto. Naquele Estado começou a militar nos movimentos sindicais, participou intensamente dos movimentos em torno da criação da Central Única dos Trabalhadores.
Volta à Paraíba em 1985, implanta a modernização da farmácia hospitalar na UFPB. No movimento sindical, assume a presidência do Sindicato dos Farmacêuticos. Planejando juntar todas as categorias de saúde, funda o SindSaúde em 1990. Neste ano, foi dirigente da Central Única dos Trabalhadores (na área de comunicação do movimento) e foi candidato a deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores, não houve a menor chance de vitória, apesar disso sua votação surpreendeu.

Eis um retrato da carreira de Ricardo

  • 1990: Filiado ao PT, é candidato a deputado estadual. Obtem 1.934 votos, e alcança a oitava suplência da coligação.
  • 1992: Elege-se vereador de João Pessoa pela primeira vez com 1.381 votos.
  • 1994: Novamente candidato a deputado estadual. Alcança a quarta suplência da coligação, contabilizando 6.353 votos.
  • 1996: É reeleito vereador com 6.917 votos, obtendo o maior número de votos do pleito.
  • 1998: Candidata-se a deputado estadual e se elege sendo o mais votado em João Pessoa e obtendo em todo estado 25.388 votos. Na Assembléia Legislativa, foi líder da oposição e presidente da Comissão de Saúde em dois mandatos.
  • 2002: É reeleito deputado estadual, obtendo 47.912 votos e sendo o mais votado do pleito.
  • 2003: Ricardo Coutinho deixa o PT após problemas internos e ingressa no PSB.
  • 2004: Elege-se prefeito de João Pessoa em 1º turno com 215.649 votos (64,45% dos votos).[1]
  • 2005: Toma posse no dia 1º de janeiro de 2005 como prefeito de João Pessoa.
  • 2008: Reelege-se prefeito da capital paraibana em 1º turno, obtendo uma expressiva votação de 262.041 votos (73,85% dos votos).[2]
  • 2009: É empossado para o seu segundo mandato de prefeito.
  • 2010: Renuncia ao cargo de prefeito de João Pessoa em 31 de março para concorrer as eleições estaduais de 2010 como candidato a governador com o apoio de lideranças como o ex-governador cassado e atual senador Cássio Cunha Lima. Durante a campanha, fica em desvantagem em todas as pesquisas, mas ainda assim termina o 1° turno na frente por uma diferença de cerca de 8 mil votos, levando a eleição para o 2° turno e se elegendo governador da Paraíba no dia 31 de outubro de 2010, derrotando o então governador e candidato a reeleição José Maranhão do PMDB, obtendo a votação de 1.079.164 votos (53,70% dos votos).
  • 2011: Toma posse no dia 1° de janeiro de 2011 como governador da Paraíba.[3]
  • 2014: É candidato a reeleição nas eleições estaduais de 2014 ao governo da Paraíba, enfrentando o senador e seu ex-aliado Cássio Cunha Lima do PSDB, com quem rompe politicamente. Termina o primeiro turno da eleição em desvantagem, obtendo 937.009 votos (46,05% dos votos), cerca de 28 mil votos a menos que seu principal adversário. No entanto, consegue virar o jogo no segundo turno e se reelege governador da Paraíba com 1.125.956 votos (52,61% dos votos) contra 1.014.393 votos (47,39%) dados a Cássio Cunha Lima, uma vantagem de cerca de 111 mil votos a mais que o seu principal adversário.[4]
  • 2015: É reempossado em 1° de janeiro de 2015 para o seu segundo mandato de governador da Paraíba.


Fonte: http://www.blogdotiaolucena.com/

Homens fortemente armados invadem distribuidora de bebidas em Guarabira e levam cerca de cem mil



                                     

Cerca de dez homens fortemente armados invadiram o prédio de uma distribuidora de bebidas localizado no Distrito industrial de Guarabira, Agreste paraibano, na noite desta quinta-feira (17). De acordo com as primeiras informações, os homens chegaram a pé, e anunciaram o assalto. Todos os funcionários que no momento estavam na empresa foram feitos de reféns e apanharam dos marginais. O grupo pegou o cofre da empresa que estava em um escritório e levou até o pátio, usou uma empilhadeira para arromba-lo. Na fuga, ainda levaram um veículo Siena, de propriedade da empresa.
Ainda não foi confirmado, mas as infirmações é que mais de cem mil reais estariam dentro do cofre.
De acordo com o Major Sinval, subcomandante do 4º BPM, os bandidos ficaram em média uma hora dentro da empresa, mas a PM só foi avisada do assalto cerca de uma hora depois que os elementos já haviam deixado o prédio. A polícia acredita que o grupo pode ter recebido informações privilegiadas e imagens de câmera de monitoramento estão sendo analisadas para tentar identificar os mesmos.
As polícias militar e civil estão mobilizadas desde ontem para tentar prender os criminosos, mas até o momento (06:08h) não obtiveram êxito.
  • Fonte: portalmidia.net/

Polícia prende acusados de participação em homicídio em Casserengue




                                       

Uma ação conjunta entre policiais civis e militares resultou na prisão de dois acusados de participar do crime de homicídio ocorrido ontem a noite em Casserengue, Curimataú paraibano. Erivaldo Santana da Silva, de 27 anos e Paulo Matias da Silva, 32 anos, foram presos em Casserengue no final da tarde desta quinta-feira (17).
Segundo as investigações, os dois suspeitos foram os responsáveis por levar a vítima para ser executada (em sua residência) por outros dois indivíduos, que já esperavam para cometer o crime. 
Segundo o Delegado Diógenes Fernandes, a ordem veio de um apenado do PB1 em João Pessoa. “Esse apenado gerencia um ponto de venda de drogas em Casserengue, e devido ao envolvimento da vítima mandou dois indivíduos executar o crime”, destacou o delegado.

Segundo o Capitão Jose Ferreira, Comandante da 7ª CIPM, os acusados dos disparos já estão identificados. “Já identificamos os outros dois acusados que efetuaram os disparos e estamos realizando diligências junto com a Polícia Civil para captura-los em breve”, contou o Oficial.
Os envolvidos foram levados a Delegacia local para serem autuados. Participaram da ação policiais militares do NI da 7ª CIPM e civis da 21ª DSPC.

Fonte: Bananeiras Online com  7ª CIPM