sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Maranhão estreou reeleição ao governo na Paraíba - Os Guedes




                                      


Entrou na pauta do Congresso Nacional a proposta do fim da reeleição para ocupantes de cargos executivos. O presidente do Senado, Renan Calheiros, comprometeu-se a pautar nas próximas semanas a discussão e, consequentemente, votação de Proposta de Emenda Constitucional versando sobre o assunto. A reeleição para o Executivo foi aprovada pelo Congresso em 1987 sob forte oposição do PT, quando Fernando Henrique Cardoso (PSDB), era presidente e queria disputar um novo mandato no ano seguinte. A aprovação da matéria constitucional ocorreu debaixo de grande polêmica, devido à denúncia de compra de votos de parlamentares com vistas à aprovação da proposta. FHC acabou, mesmo assim, reeleito em 1998.
Na Paraíba, quem acabou sendo beneficiado colateralmente foi o então governador José Maranhão (PMDB), que assumira a titularidade em 1995 como vice de Antônio Mariz, falecido em virtude de graves problemas de saúde que vinha acumulando. Em 98, Maranhão decidiu concorrer ao governo, equivalendo a um reeleição por já estar no exercício do cargo. Teve como vice o ex-deputado Roberto Paulino e como principal adversário o ex-deputado Gilvan Freire, que concorreu pelo PSB. O grupo Cunha Lima, liderado por Ronaldo e Cássio, desafiou Maranhão em convenções internas para escolha de dirigentes do partido e saiu derrotado. Com isto, Maranhão garantiu o controle dos votos para ser escolhido candidato à reeleição. Passado o pleito, os Cunha Lima decidiram abandonar a legenda e ingressar no PSDB, juntamente com Cícero Lucena, que foi reeleito prefeito de João Pessoa em 2000.
Beneficiaram-se, também, do instituto da reeleição o tucano Cássio Cunha Lima (em 2006) e o socialista Ricardo Coutinho (em 2014). Roberto Paulino, que em 2002 estava no exercício do governo devido ao afastamento de Maranhão para disputar o Senado, resolveu encarar a reeleição e deu trabalho a Cássio Cunha Lima, que, no entanto, venceu-o no segundo turno. Em 2009, já no final do segundo mandato de Cássio, ele teve o mandato cassado por decisão do TSE, que convocou automaticamente José Maranhão e Luciano Cartaxo, como governador e vice, por terem ficado colocados em segundo lugar na disputa travada nas urnas em 2006. Em 2010, Maranhão tentou novamente a reeleição mas foi abatido nas urnas por Ricardo Coutinho.
O PT, que chegou ao governo federal em 2003, já disputou e venceu por duas vezes a reeleição, com Luiz Inácio Lula da Silva em 2006 e Dilma Rousseff em 2014. Dilma enfrentou, no início da segunda gestão, um processo de impeachment decretado pela Câmara e pelo Senado e que ainda hoje ela qualifica de golpe parlamentar. A titularidade passou a ser do então vice-presidente Michel Temer, do PMDB. Como se trata de uma Proposta de Emenda Constitucional a matéria versando sobre o fim da reeleição, são necessários três quintos dos 81 senadores para aprová-la, ou seja, 49. Já está pronta para ser votada em plenário uma PEC relatada pelo senador Antonio Carlos Valadares, do PSDB-SE, que trata do assunto. A proposta está na pauta desde abril e ainda não foi apreciada devido à forte pressão do senador Aécio Neves para que a proposta dele passasse na frente.

Fonte: Os Guedes
Créditos: Nonato Guedes
via: polemica PB

Araruna: prefeita desconta salários de garis por terem cobrado vencimentos atrasados




                                       
imagem ilustrada

Mais um capitulo negativo foi escrito no "trágico" fim de governo da prefeita Wilma Maranhão em Araruna, segundo informações repassadas pela categoria dos Garis, a gestora teria descontado salários dos mesmos após eles terem cobrado com uma paralisação quase 2 meses de atrasos em seus vencimentos. 

Segundo o presidente da categoria dos servidores públicos de Araruna, ele teria entregue 48 horas antes da paralisação um aviso a gestão de que se não fosse pago os quase 2 meses em atraso os garis entrariam em greve, como não houve pagamento eles decidiram paralisar as atividades e só voltaram quando foi regularizado os salários, mas mesmo assim a gestora teria cortado os dias que eles pararam as atividades. Uma ação no Ministério Público deve ser protocolada pela categoria visando recuperar os valores descontados.
garis quando paralisaram as atividades


O curioso é que o desrespeito a funcionários não é só na administração pública comandada pela prefeita Wilma, mas funcionários da Rádio Serrana que é comandada pela a mesma também estão com salários atrasados, algo que foi explicitado por um radialista que fez a cobrança em público em seu perfil no facebook.

por: Felipe Silva

Fonte: http://serradaraizemfoco.blogspot.com.br/

Professor Edvaldo dos Santos deve ser o novo diretor da Escola João Alves Torres a partir de 2017




Centro da foto


Informações extraoficiais dão conta de que o novo diretor da Escola João Alves Torres a partir de 2017 será o professor Edvaldo dos Santos. A notícia foi bem aceita dentro do corpo docente do município, haja vista o professor gozar de um bom  relacionamento com professores e alunos. Segundo boatos, o novo diretor tem a missão de fazer uma nova administração dentro dos parâmetros exigidos pelo novo prefeito Vital Costa.

Fonte: senso critico pb
                                                 

Criança é baleada e dois são mortos após perseguições de moto e tiroteios na PB

Crimes ocorreram em João Pessoa e no município de Gurinhém, no Agreste da Paraíba, onde uma menina que brincava nas proximidades de igreja foi atingida por bala perdida


                                                                             
Um dos crimes ocorreu no bairro Cristo Redentor, em JP
Imagem compartilhada por WhatsApp

Dois jovens foram assassinados a tiros e uma criança foi baleada após perseguições de motocicleta e tiroteios nas cidades de João Pessoa e Gurinhém, no Agreste da Paraíba, a 75 km da Capital, na noite desta quinta-feira (10).


Em Gurinhém, segundo o sargento Paulino, da Polícia Militar do município próximo de Itabaiana, que fica responsável pelas ocorrências da região, uma dupla de moto perseguiu o jovem assassinado na ocorrência. De acordo com o policial, a vítima, que não foi identificada, estava a pé e conseguiu correr por algumas ruas do Centro da cidade enquanto sofria disparos dos suspeitos, até não resistir aos ferimentos e falecer. Durante os tiros, uma menina de oito anos de idade foi atingida no abdome por uma bala perdida.

“Ela brincava nas proximidades de uma igreja quando foi ferida”, contou Paulino. Conforme explicou o sargento, a menina foi socorrida para o Hospital Regional de Itabaiana, de onde foi transferida para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. A PM informou que os médicos que a atenderam relataram que ela apresentava quadro estável.

Na Capital, o crime ocorreu no bairro Cristo Redentor, na Zona Oeste da cidade. Segundo a PM, um jovem que seguia como carona de uma moto foi perseguido, na companhia do condutor do veículo, por uma dupla em outra moto, que atirou diversas vezes.

Cinco disparos atingiram as costas da vítima, que caiu da moto e morreu ainda no local. O motociclista que trafegava com a vítima fugiu e não foi localizado pela polícia. O jovem assassinado não foi identificado.

Até o fechamento desta matéria, a polícia não havia apurado quais seriam as motivações para as ocorrências e ninguém foi detido.

Fonte: portal correio

UFPB OCUPADA – Em dia de protestos, manifestantes ocupam universidade e CUT fecha trecho João Pessoa/Recife




                                     

Em um dia de protestos em todo país, manifestantes ocuparam as dependências do Campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, na manhã desta sexta-feira.
De acordo com informações do Portal Tambaú 247, os estudantes protestam contra a PEC 55, que tramita no Senado, a qual delimita o teto dos gastos públicos.
Além dos estudantes, manifestantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), também se mobilizaram. De acordo com informações da PRF-PB eles fecharam a BR 101 nas proximidades do município de Goiana (PE), trecho intenso para quem faz o trajeto João Pessoa/Recife.
Na capital, a Semob informou que o trânsito segue lento em trechos que dão acesso à UFPB, A principal do bairro dos Bancários e a Via Expressa Padre Zé.

Créditos: Polêmica Paraíba com Tambaú 247

Bandidos assaltam agricultores na zona rural de Belém e fogem levado objetos e motocicleta




                                       
imagem ilustrada

Uma dupla de assaltantes armados assaltou um casal de agricultores e roubou vários objetos, entre eles uma motocicleta no final da tarde desta quinta-feira (10), no Sítio Angelim, zona rural de Belém, microrregião de Guarabira.
As vítimas informaram a polícia, que estavam se dirigindo para sua residência, quando foram surpreendidos pelos assaltantes que levaram os objetos.
Após rondas realizadas pela polícia, foi localizada a motocicleta abandonada, os bandidos não foram presos. As vítimas foram orientadas a prestarem um Boletim de Ocorrência na Delegacia Local. A moto foi conduzida para o pátio da Delegacia.

Fonte: nordeste1