sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Prefeitos de Araruna, Serra de São Bento e Monte das Gameleiras se reúnem para falar sobre turismo



                                                

O prefeito eleito de Araruna, Vital Costa se reuniu nesta quinta-feira (02) com o prefeito eleito de Monte das Gameleiras-RN, Jailton Felix e com Chico de Erasmo, ex-prefeito e pai da prefeita eleita de Serra de São Bento-RN, Wanessa Morais.
Segundo Vital Costa, o encontro teve como base tratar do processo de fortalecimento e expansão do turismo nos três municípios; Araruna, Serra de São Bento e Monte das Gameleiras. E justamente com essa missão de promover o turismo que teremos uma programação com todo staff de turismo do RN na próxima terça-feira (08). Onde receberemos uma equipe técnica e agências de turismo que farão uma visita para conhecer in loco os pontos turísticos de nosso município. Além da equipe do RN também contaremos com representas do SEBRAE/Araruna.
“A ideia inicial é lançarmos um circuito ou rota turística das serras, aquilo que externei durante a campanha eleitoral, comentou o prefeito eleito de Araruna”, Vital Costa.
Em contato com a redação do Araruna Online, Costa falou sobre os planos para a cidade e disse que vai buscar investir no turismo ecológico e religioso. “O Parque Estadual da Pedra da Boca é um lugar bastante visitado por turistas do mundo todo. Temos que otimizar isso e transformar em oportunidade de trabalho para o povo de Araruna. Faremos um cronograma de esportes de aventura, cultura, lazer e religião. Será muito importante para Araruna, e com isso, você abre um espaço muito grande para geração de empregos e renda", afirmou Vital Costa.
Veja a programação: TERÇA-FEIRA – 08 de Novembro
A programação terá início logo pela manhã, às 8h, com café da manhã no Parque Estadual da Pedra da Boca; 

12h: Almoço no Araruna Hotel;
14h: Apresentação dos Pontos Turísticos do Município de Araruna;
19h: Encerramento da Programação com jantar na Pousada Pedra Grande (Monte das Gameleiras) com a presença dos prefeitos eleitos dos municípios envolvidos, empresários e secretário de turismo do RN.

Por: Araruna online

Filho de vereador é executado em plena praça pública no Cariri da PB




                                      
Bruno de Moura tinha 22 anos



O filho do vereador Moral (PSL), da cidade de Boqueirão, no Cariri paraibano, foi assassinado na noite dessa quinta-feira (3), em plena praça pública. O crime ocorreu na Rua Severiano Macedo, no Centro da cidade, por volta das 22 horas.
A vítima, identificada como Bruno de Moura, de 22 anos, estava com uma viagem marcada nesta sexta-feira (4) para o Rio de Janeiro. O próprio Bruno chegou a comentar o assunto em uma rede social com amigos.
A polícia ainda não tem pistas de quem teria cometido o crime, mas não descarta a possibilidade de acerto de contas.
Fonte: MaisPB

Bandidos invadem cidade do RN, explodem Correios e metralham unidade da polícia

Em Macaíba outro grupo viola dois terminais bancários; Ninguém foi preso



                                                        
Foto: Reprodução/Internet

Portal BO - Duas cidades do Rio Grande do Norte foram alvo mais uma vez de quadrilhas especializadas em explodir agências bancárias e Correios para saquear valores em dinheiro. Na madrugada desta sexta-feira (04), os municípios de Afonso Bezerra, distante 150 km de Natal e Macaíba, localizada na região metropolitana acabaram sendo escolhidos pelos criminosos.
Por volta das 3h cerca de dez homens fortemente armados invadiram Afonso Bezerra e explodiram o prédio dos Correios levando o cofre do local. Em seguida, com a ajuda de alguns moradores rendidos os suspeitos saquearam produtos de um mercado depois de arrombá-lo. Antes da fuga o bando metralhou a delegacia da cidade e uma viatura da PM.
As informações prestadas pela Polícia Militar ainda dão conta que quase que simultaneamente outros criminosos arrombaram dois caixas eletrônicos do banco do Brasil.
Os suspeitos um maçarico para violar o terminal. Mas duas ações, apesar de diligências realizadas, ninguém foi preso.

Por: Nova Cruz Oficial

Após reunião na Granja, prefeita Itapororoca deixa Cássio e se alia a Ricardo





                                        
Elissandra (DEM) participou de encontro com outros prefeitos

Em reunião de prefeitos na Granja Santana, a prefeita eleita em Itapororoca, Elissandra Brito (DEM), deixou a liderança do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e passou a fazer parte da base do governador Ricardo Coutinho (PSB).
Quem esteve presente também na reunião foi o deputado estadual licenciado Ricardo Barbosa (PSB), que disse em entrevista: “A conversa foi muito positiva, muito proativa, o governador fez uma explanação sobre a situação do estado, inclusive sobre as questões nacionais, acenou com possibilidade concreta de parcerias, mesmo ante a crise que vivemos no Estado, mas pela austeridade, pelo zelo, pela acuidade gerencial do governador na Paraíba, felizmente ainda tem condições de continuar parceirizando [sic] com os municípios”, afirmou.
Barbosa permanece em Brasília
Mesmo com o desejo explícito de retornar à Assembleia Legislativa da Paraíba, o deputado estadual licenciado, Ricardo Barbosa, permanecerá em Brasília como secretário de Governo atendendo desejo do governador Ricardo Coutinho, que vê em Barbosa um nome valioso na luta por destravamento de recursos federais.
“Estive hoje em uma reunião com o governador e ele aproveitou para me fazer um apelo pra que eu continuasse a frente da Secretaria em Brasília, em função das dificuldades que temos para a destravação e liberação dos recursos de ações do Estado lá, pela experiência que tenho, pelo transito que tenho em Brasília, ele me fez o apelo, eu estava decidido a voltar, mas não podia deixar de atender uma nova convocação do governador”, comentou.
Dessa maneira, a sua vaga na ALPB continua com o vereador licenciado Raoni Mendes e a vaga de Raoni na CMJP fica com Sandra Marrocos (PSB) até o término da legislatura, quando a socialista assume definitivamente por ter conseguido ser eleita para o cargo nessas eleições.
 fONTE: Manchete PB Com Ascom

Benjamin nega acusações de interferência e condiciona ajuda da bancada federal a RC

Benjamin ainda questionou as críticas dos deputados estaduais e avaliou que eles deveriam se incomodar com a Assembleia



                                                     
foto: reprodução/internete

O deputado Benjamin Maranhão (SD) negou hoje (03) que esteja havendo uma articulação da bancada federal paraibana para afetar as relações entre o presidente Michel Temer (PMDB) e o governador Ricardo Coutinho (PSB). Em resposta aos aliados do gestor, que criticaram a bancada após a recusa do presidente em receber Coutinho, Benjamin disse que essa questão está fora do alcance dos deputados estaduais. Ele ainda afirmou que os parlamentares de Brasília poderiam intermediar as relações, mas apenas se o governador solicitar.
“Teria que o governador pedir à bancada essa intermediação porque a relação entre presidente e governador é direta”, destacou Benjamin, que coordenada a bancada federal paraibana e negou que esteja havendo questões político-partidárias para atrapalhar as relações com o Planalto. “A bancada não se recusa. Falo isso em nome de todos porque tenho conversado com os deputados e senadores e não há má vontade ou retaliação, pelo contrário, todos estão dispostos a colaborar com o que for necessário para ajudar o governador neste momento de crise, que é de interesse legítimo da Paraíba. Se o governador um dia quiser marcar uma audiência e convidar a bancada, certamente todos irão”.
Sobre as declarações de parlamentares aliados do governo de que a bancada federal estaria por trás da recusa de Michel Temer, Benjamin questionou a atuação dos deputados estaduais e avaliou que “quem está falando não tem nada a ver com este processo”. “Acho que estão querendo criar uma situação política que não existe. A verdade é essa. Tanto é que não estamos nem respondendo. Tem gente que não tem nada a ver com essa questão. Deputado estadual não tem que estar se incomodando com questão nacional, que se incomode com a Assembleia”.
Questionando o fato de não ter conhecimento da agenda administrativa paraibana, segundo ele, o deputado disse que os auxiliares do governador têm que informar qual o pleito, o que desejam e onde a questão precisa ser tratada. “Tem que saber exatamente qual é a agenda porque é uma coisa que não temos nem conhecimento por parte do governador”.

Fonte: blog do gordinho